TIPOS DE FORROS – CARACTERÍSTICAS, VANTAGENS E DESVANTAGENS

 

Quando pensamos em iniciar uma obra um questionamento recorrente é sobre qual tipo de forro devemos escolher!

Os forros além de características estéticas possuem também funcionalidades de isolamento térmico e acústico, além disso o fator custo-benefício precisa ser avaliado.

Quer saber mais sobre a utilização de forros? Então continue conosco! Preparamos este post com 4 tipos de forro, suas características,  vantagens e desvantagens. Acompanhe!

 

FORRO EM GESSO 

 

Sem dúvida o tipo de forro mais encontrado em obras comerciais e residenciais é o forro de gesso. 

Podemos dividi-lo em dois tipos:

Tradicional: muito utilizado em obras residenciais. Trata-se de placas moldadas de gesso que são dispostas lado a lado e presas ao teto por uma estrutura de arames. No quesito custo benefício ele é um ótimo aliado, mas quando falamos em instalação nos deparamos com muita sujeira e bagunça.

 

 

Gesso acartonado:  Uma ótima opção quando pensamos em limpeza e organização, o forro em gesso acartonado tem lugar garantido em obras comerciais, podendo claro ser usado também em outros tipos de obras. O resultado final será semelhante ao gesso tradicional, porém sua instalação é feita através da fixação de uma estrutura de metal ao teto e nela as placas de gesso acartonado são fixadas.

Este tipo de forro de gesso tem um custo um pouco mais elevado que o tradicional, porém as vantagens de organização e limpeza na instalação e a resistência ao peso fazem a diferença de valor valer a pena.

 

 

Algumas vantagens são similares aos dois tipos, como por exemplo: facilidade de encontrar profissionais e lojas que trabalhem com o produto; possibilidade de embutir instalações e iluminação e esconder elementos estruturais e/ou imperfeições; isolamento térmico e acústico satisfatórios e bom acabamento estético.

Como desvantagens para os dois tipos podemos citar: o forro está propenso à trincas e rachaduras, além da proliferação de fungos e bactérias; material das pode absorver umidade e em caso de necessidade de manutenção é necessário demolir o forro.

 

FORRO EM PVC 

 

O forro em PVC é composto de lâminas de plásticos especiais, produzidas para serem instaladas sobre estrutura rígida, metálica, em sistema macho e fêmea, tornando o sistema fechado e estável.

E quando o assunto principal é a economia  e facilidade de instalação o forro em PVC se destaca.

Este tipo de forro dispensa acabamentos, como pintura ou verniz. 

É oferecido em diversas cores, podendo ser instalado em ângulos ou superfície plana, permitindo a utilização de vários tipos de luminárias, porém o mais comum é o branco.

Como principais vantagens de seu uso podemos citar: durabilidade, versatilidade, resistência a umidade, facilidade de limpeza e manutenção e praticidade e rapidez na instalação.

E quanto as suas desvantagens temos: uma capacidade de isolamento térmico e acústico mediana (quando comparado a forros como o de gesso ou madeira); baixa resistência ao fogo e a questão do visual estético que não é um ponto favorável, já que o acabamento remete a uma superfície plástica.

 

FORRO EM MADEIRA 

 

Os forros em madeira são ideais para quem busca sofisticação, uma vez que são dos mais elegantes!

 

Este tipo de forro acompanha a decoração de todos os ambientes, é instalado em lâminas de lambris e, dependendo da madeira utilizada, apresenta uma variedade de tons. Uma opção também é quando temos ambientes pequenos e com pé-direito baixo pintá-lo na cor das paredes, trazendo mais amplitude ao local.

O forro de madeira tem como principal vantagem o conforto térmico e acústico que confere aos ambientes, pois ele absorve os sons e tem temperatura sempre agradável. Além disso ele pode ser usado em ambientes internos e externos e tem um excelente fator estético sendo atemporal, clássico por natureza.

Como desvantagens temos o custo que é mais elevado que os dois forros anteriores; a baixa resistência ao fogo e a umidade e a necessidade de manutenção com mais frequência para evitar a proliferação de cupins.

 

FORRO MODULAR (FIBRA MINERAL)

 

Este tipo de forro é amplamente utilizado em ambientes corporativos, constitui-se de uma estrutura metálica com várias placas soltas e suspensas por arames presos na laje de teto. 

Sua modulação é feita para facilitar o acesso a parte interna, além disso simplifica as manutenções de rotina das estruturas que estão no entreforro. 

 

Os forros modulares são muito fáceis de instalar e também duráveis, possuem boa resistência mecânica e são também excelentes no isolamento termo-acústico. Outras características positivas são que ele não desenvolve bactérias devido a composição do material e  as cores claras possuem boa reflexão de luz, gerando economia de energia, já que dispensa a necessidade de muita luz artificial no ambiente.

Como pontos negativos encontramos sua baixa resistência à umidade, o que pode causar manchas e o fato de ser difícil de limpar.

Agora que você já bastante sobre os tipos de forro, vai ficar bem mais fácil de escolher qual modelo usar como acabamento na obra. Ah, e se você já usa um desses tipos, conta pra Gold suas impressões sobre o modelo.